O tamanho do nada


Todos os pequenos e absurdos sentidos

Mais as buscas infindáveis

Das tardes à margem de tudo!

O tamanho do nada

Como medida de um peso que não se pode contar.

As mesmas palavras serviram o antes

E depois de tudo,

Serão o momento de como tudo passou!

Posted in Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.